Search
  • Layup
  • Informação de bandeja sobre a NBA
Search Menu

Teoria da conspiração: Knicks contratará Kyrie e Durant em julho?

Kyrie Irving e Kevin Durant podem perfeitamente estar dividindo a quadra no New York Knicks em alguns meses.
Kyrie Irving e Kevin Durant podem perfeitamente estar dividindo a quadra no New York Knicks em alguns meses.

O New York Knicks acabou de se desfazer do jogador mais promissor que conseguiu adquirir no draft desde Patrick Ewing, em 1985. Kristaps Porzingis agora pertence ao Dallas Mavericks, onde atuará ao lado de outra estrela do leste europeu, Luka Doncic.

Ao abrir mão do letão, a franquia de Manhattan colocou mais lenha na fogueira de um dos boatos mais interessantes que já circulavam há um bom tempo nos bastidores da NBA: Kevin Durant e Kyrie Irving estariam se preparando para assinar com o Knicks em julho de 2019. A seguir, vamos tentar destrinchar os motivos pelos quais essa “teoria da conspiração”, ao contrário de muitas outras, merece pelo menos dez minutos da nossa atenção.

A lógica do Knicks na negociação de Porzingis

Não é todo dia que uma franquia tem competência e sorte suficientes para contratar alguém do gabarito de Kristaps Porzingis no draft. Quando se contundiu, em fevereiro de 2018, Porzingis registrava médias de 22,7 pontos, 6,6 rebotes e 2,4 bloqueios por partida, apresentando-se mais do que nunca como o futuro do New York Knicks.

Mas a lesão sofrida no joelho mudou radicalmente os planos da franquia em relação ao futuro. Jogadores da sua altura (2,21m) são mais suscetíveis a enfrentar problemas crônicos de saúde, capazes de comprometer seriamente suas carreiras. Apenas para citar dois exemplos clássicos: Arvydas Sabonis (2,21m) e Yao Ming (2,29m). Considerando-se que Porzingis, aos 23 anos de idade, já perdeu 85 partidas apenas por conta dessa contusão no joelho, há justificáveis motivos de preocupação.

Porzingis está na última temporada do seu contrato de calouro pelo qual está recebendo cerca de US$ 5,7 milhões em 2018-19. Contudo, naturalmente, o seu próximo contrato terá valores muito mais elevados e que comprometeriam sensivelmente a folha de pagamentos do Knicks.

Todo esse contexto fez com que a decisão tomada pelo front office da franquia nova-iorquina tivesse lógica, ao contrário de várias outras tomadas num passado recente. Se foi uma decisão acertada ou não, só saberemos no futuro.

Knicks limpou sua folha de pagamentos

Tim Hardaway Jr., dono de um dos contratos com pior relação custo-benefício na história da NBA (US$ 71 milhões em quatro temporadas), foi despachado para Dallas na troca por Porzingis. Courtney Lee (US$ 25 milhões em 2018-19 e 2019-20) também já é jogador do Mavericks.

O Knicks recebeu Dennis Smith Jr., que na pior das hipóteses pode ser um bom armador reserva nas próximas duas temporadas com um salário relativamente baixo, e dois veteranos com contratos prestes a expirar. Tanto DeAndre Jordan quanto Wesley Matthews sairão da folha de pagamentos do Knicks no dia 1º de julho de 2019.

Essa reestruturação orçamentária realizada em apenas uma troca, criou um espaço de aproximadamente US$ 75 milhões para 2019-20, o maior da NBA atualmente. Este montante é suficiente para a contratação de dois jogadores remunerados pelo teto salarial da NBA e pode chegar até US$ 97,5 milhões se o Knicks optar por pagar a luxury tax. E não há a menor sombra de dúvida de que todo espaço foi gerado para ser ocupado.

Por que Kyrie e KD podem se encontrar em NYC?

Tanto Kyrie Irving, jogador do Boston Celtics, quanto Kevin Durant, do Golden State Warriors, podem se tornar free agents em julho de 2019. O contrato de ambos prevê uma player option para 2019-20 que, se não for exercida, rompe instantaneamente o vínculo dos jogadores com suas atuais franquias.

Kevin Durant já foi duas vezes campeão da NBA sendo MVP das Finais pelo Golden State Warriors. É constantemente acusado de ter se juntado ao um time vencedor em vez de continuar tentando ser campeão pelo Oklahoma City Thunder. Tornar o New York Knicks um time competitivo novamente, depois de praticamente duas décadas de ausências e participações medíocres nos playoffs, enfraqueceria as críticas feitas a Durant, que já mostrou ser muito preocupado com opiniões alheias a seu respeito.

Kyrie Irving, por sua vez, demonstrou ter um relacionamento longe do ideal com alguns dos principais jogadores do Boston Celtics, especialmente Jaylen Brown e Gordon Hayward. Ele se considera o líder da equipe, provavelmente por ser o único campeão da NBA no elenco, mas não é reconhecido como tal por vários dos seus companheiros.

Recentemente, quando perguntado sobre a sua permanência em Massachusetts, declarou expressamente “farei o melhor para a minha carreira” e “pergunte-me em 1º de julho”.

Kyrie Irving deixou claro que não vai assumir nenhum compromisso de permanência em Boston agora.

Some-se a tudo isso o fato de que Kyrie e Durant se complementam perfeitamente, atuam em espaços diferentes da quadra e têm estilo próprios de jogo. Indo mais além, ambos têm a experiência de terem sido campeões, plenamente capazes de criar uma cultura vencedora em Manhattan. Mas, de toda maneira, a resposta para a pergunta contida no título desse matéria provavelmente só chegará em julho. Até lá, a especulação responsável é livre.

Matérias relacionadas

Duelo entre Curry e Kyrie marca vitória do Warrior... Tanto Kyrie quanto Curry tiveram aproveitamento excepcional dos arremessos de quadra (Imagem: Noah Graham/Getty Images) Nas duas últimas temporada...
Contratação de David Fizdale representa um passo à... David Fizdale em coletiva durante os Playoffs 2017 (Imagem: Frederick Breedom/Getty Images) O New York Knicks anunciou a contratação de David Fizd...
Como Kevin Durant afetará a folha de pagamento do ... Kevin Durant e Stephen Curry se cumprimentam após a eliminação do Thunder para o Warriors nas finais do Oeste em 2016 (Imagem: Kyle Terada • USA TODA...
Ao menos 5 franquias estão na briga por Kevin Dura... Aos 27 anos, Kevin Durant ainda persegue o 1º título da NBA A temporada regular nem está próxima do fim, mas as especulações sobre transferências já...