Search
  • Layup
  • Informação de bandeja sobre a NBA
Search Menu

Reflexões sobre os aspectos do All-Star Game para a NBA, jogadores e público

Giannis Antetokounmpo e LeBron James se cumprimentam no All-Star Game 2018 (Nathaniel S. Butler/Getty Images)
Giannis Antetokounmpo e LeBron James se cumprimentam no All-Star Game 2018
(Nathaniel S. Butler/Getty Images)

Boa parte dos fãs mais aficionados de NBA consideram que o All-Star Game não é um jogo empolgante e, sendo muito sincero, eu me incluo nessa lista. A falta de competitividade do jogo é sem dúvidas um dos principais motivos, mas é muito delicado cobrar algo dos atletas em relação a isso, já que é compreensível que eles evitem se expor a situações de risco e uma eventual lesão. Seja vitória do Leste ou do Oeste no antigo formato, seja triunfo do Team LeBron ou Team Giannis no modelo atual, nenhum resultado muda de fato nada na liga.

Por outro lado, a partida é importante em diversos outros aspectos tanto para os jogadores, quanto para a liga e o público.

A importância do All-Star Game para os atletas

Não é porque os jogadores não se matam em quadra em um jogo do All-Star Game que eles não se importam em não estar lá, muito pelo contrário. Estar presente é algo importantíssimo para eles. Casos como os de Damian Lillard, que já se mostrou publicamente indignado por uma não convocação, e Rudy Gobert que chorou em entrevista ao ser perguntado sobre a sua não ida ao jogo são dois grandes exemplos.

Ser eleito via votação do público, ou ser escolhido pela votação dos técnicos é um reconhecimento para esses jogadores e pelo que eles fizeram em quadra até esse momento da temporada.

Outro ponto importante é que ter comprovadamente a condição de All-Star traz ao atleta maior status, e é algo que seus agentes podem argumentar no momento de negociar contratos ou buscar boas transações. Vale lembrar que esse seleto grupo se encontra disponível para os encontros de mídia pré-jogo, sendo o centro das atenções quando a temporada regular dá uma pausa.

E quando relembramos a carreira de um determinado atleta, uma das informações que mais causam impacto é o seu número de participações ao All-Star Game. Impressiona como o número de presenças dá dimensão e faz parte da narrativa de descrever o legado deixado por um determinado jogador.

Entretenimento e relação da NBA com público

Um dos principais objetivos do All-Star Game é atrair um público que não acompanha NBA regularmente. Por contar com as principais estrelas da liga reunida, a partida expõe de uma só vez os atletas com maior apelo popular. Isso por si só é um baita chamariz. É basicamente a liga dizendo aos seus fãs: “esses são os jogadores nos quais vocês devem mais prestar atenção neste momento”.

O novo formato também trouxe um evento adicional ao jogo, já que o “draft” dos times que levam os nomes de seus capitães (os mais votados em cada uma das conferências) foi transmitido neste ano.

Por fim, o último aspecto a ser citado é o mercado que se aquece, pois novos uniformes são desenhados para cada edição com logo e nome dos principais times e jogadores, aumentando ainda mais a gama de produtos à venda pela liga.

Matérias relacionadas

Agora vai: Charlotte hospedará o All-Star Game 201... Charlotte será a sede do evento pela segunda vez A cidade mais populosa de North Carolina será a sede do All-Star Game em 2019. Charlotte já havia...
Quatro caras novas integram os reservas do All-Sta... Quatro jogadores selecionados pelos técnicos nunca haviam participado do All-Star Game A NBA anunciou hoje quais foram os 14 jogadores reservas el...
Chase Center, futura arena do Warriors, pode sedia... O Chase Center será inaugurado em 2019 (Imagem: reprodução / chasecenter.com) A nova arena do Golden State Warriors começou a ser construída em ja...
Uma ideia heterodoxa para trazer a defesa de volta... Ben Wallace (centro) participou quatro vezes do All-Star Game exclusivamente por conta de sua ótima atuação na defesa Não é de agora que o All-Sta...