Search
  • Layup
  • Informação de bandeja sobre a NBA
Search Menu

Raptors derrota Bulls em jogo com pancadaria, prorrogação, virada e quebra de tabu

Robin Lopez (Bulls) e Serge Ibaka (Raptors) partiram para as vias de fato e foram expulsos (Imagem: Vaughn Ridley / Getty Images)

Robin Lopez (Bulls) e Serge Ibaka (Raptors) partiram para as vias de fato e foram expulsos (Imagem: Vaughn Ridley / Getty Images)

Fazia mais de três anos que o Toronto Raptors não conseguia vencer o Chicago Bulls e precisou de uma partida bastante atípica para quebrar esse tabu. Após a briga no final do 3º período entre Robin Lopez e Serge Ibaka, eliminados logo em seguida, o time canadense engrenou uma reação que culminou na segunda prorrogação disputada entre as franquias nessa temporada.  A péssima seleção de arremessos do Bulls no overtime foi determinante para que o mandante vencesse por 122 a 120 e se mantivesse na briga pela 2ª posição da Conferência Leste.

Expulsões de RoLo e Ibaka favoreceram Raptors

Robin Lopez tinha 12 pontos, 4 rebotes e 3 bloqueios e Serge Ibaka havia marcado 16 pontos e pego 6 rebotes quando os dois se estranharam e trocaram socos no final do 3º período. A vantagem do Chicago Bulls naquele momento era de 16 pontos, a maior de ambas as equipes ao longo de toda a partida.




Mas RoLo tinha plus/minus de +12 contra -11 de Ibaka, estatística que mostra claramente quem saiu perdendo mais quando ambos foram eliminados.

A partir daí até o final do tempo regulamentar o Toronto Raptors marcou 41 pontos contra 25 do Bulls, registrando uma das maiores reações desta temporada.

DeRozan x Butler

Enquanto RoLo e Ibaka brigavam, DeMar DeRozan e Jimmy Butler travavam uma disputa bem mais interessante.

DeRozan (42 pontos) se tornou o único jogador do Raptors que marcou pelo menos 40 pontos em cinco partidas da mesma temporada, superando Vince Carter e Chris Bosh.

Butler fez uma partida excelente, com 37 pontos (FG 52,4%), 10 rebotes, 6 assistências, 2 bloqueios e um roubo de bola.

Rajon Rondo teve sua maior pontuação com a camisa do Bulls (24 pontos) e também contribuiu com 8 assistências, 5 rebotes e 4 roubos de bola.

Tucker decisivo na prorrogação

P.J. Tucker está justificando sua contratação pelo Raptors. O ala marcou 8 pontos, pegou 12 rebotes e teve índice plus/minus +15 em 33 minutos de quadra, quase 3 vezes maior do que o registrado por DeRozan (+6).

Esteve longe de conseguir frear Jimmy Butler durante o tempo regulamentar, mas ajudou muito a impedir que a bola chegasse às suas mãos na prorrogação. Enquanto DeRozan arremessou 7 bolas no overtime, Butler só teve a oportunidade de chutar 3 bolas.

O Chicago Bulls não conseguiu criar jogadas para deixar Butler em condições de finalizar mais vezes e precisou recorrer a Danzel Valentine, Nikola Mirotic e Rajon Rondo, jogadores que desperdiçaram ataques valiosos em arremessos precipitados e contestados.

Chicago Bulls 33-38 (10º no Leste) Toronto Raptors 42-29 (4º no Leste)

Matérias relacionadas

LeBron anota triplo-duplo e Cavs vence Raptors na ... DeMar DeRozan tenta bloquear arremesso de LeBron James (Imagem: Frank Gunn/The Canadian Press via AP) O Toronto Raptors teve tudo a seu favor para...
C.J. McCollum marca 50 pontos em vitória sobre Bul... McCollum se tornou o oitavo jogador na história do Trail Blazers a marcar pelo menos 50 pontos em uma partida (Imagem: Cameron Browne/Getty Images) ...
Bulls não quis correr mais riscos com Derrick Rose... Derrick Rose será o 1º MVP no elenco do Knicks desde 1978 (imagem: twitter.com/nyknicks) Após oito temporadas em Illinois, Derrick Rose foi negociad...
Bulls atropela Blazers com Jerian Grant na armação... Jerian Grant fez sua primeira partida como titular no Chicago Bulls O Chicago Bulls viajou ao estado do Oregon e conseguiu um resultado excelente ao...