Search
  • Layup
  • Informação de bandeja sobre a NBA
Search Menu

Most Improved Player (MIP), o jogador da NBA que mais evoluiu na temporada

Most Improved Player (MIP)

Most Improved Player (MIP)

O prêmio de Most Improved Player é concedido anualmente pela NBA desde a temporada 1985-86 ao jogador que mais evoluiu tecnicamente em relação à temporada imediatamente anterior.

Most Improved Player

TemporadaJogadorIdadeFranquiaGMPPTSTRBASTSTLBLKFG%3P%FT%
2017-18Victor Oladipo26Indiana Pacers7534,023,15,24,32,40,847,737,179,9
2016-17Giannis Antetokounmpo22Milwaukee Bucks8035,622,98,85,41,61,952,127,277,0
2015-16C.J. McCollum24Portland Trail Blazers8034,820,83,24,31,20,344,841,782,7
2014-15Jimmy Butler25Chicago Bulls6538,720,05,83,31,80,646,237,883,4
2013-14Goran Dragic27Phoenix Suns7635,120,33,25,91,40,350,540,876,0
2012-13Paul George22Indiana Pacers7937,617,47,64,11,80,641,936,280,7
2011-12Ryan Anderson23Orlando Magic6132,216,17,70,90,80,443,939,387,7
2010-11Kevin Love22Minnesota Timberwolves7335,820,215,22,50,60,447,041,785,0
2009-10Aaron Brooks25Houston Rockets8235,619,62,65,30,80,243,239,882,2
2008-09Danny Granger25Indiana Pacers6736,225,85,12,71,01,444,740,487,8
2007-08Hedo Turkoglu28Orlando Magic8236,919,55,75,00,90,345,640,082,9
2006-07Monta Ellis21Golden State Warriors7734,316,53,24,11,70,347,527,376,3
2005-06Boris Diaw23Phoenix Suns8135,513,36,96,20,71,052,626,773,1
2004-05Bobby Simmons24Los Angeles Clippers7537,316,45,92,71,40,246,643,584,6
2003-04Zach Randolph22Portland Trail Blazers8137,920,110,52,00,80,548,520,076,1
2002-03Gilbert Arenas21Golden State Warriors8235,018,34,76,31,50,243,134,879,1
2001-02Jermaine O'Neal23Indiana Pacers7237,619,010,51,60,62,347,97,168,8
2000-01Tracy McGrady21Orlando Magic7740,126,87,54,61,51,545,735,573,3
1999-00Jalen Rose27Indiana Pacers8037,218,24,84,01,10,647,139,382,7
1998-99Darrell Armstrong30Orlando Magic5030,013,83,66,72,20,144,136,590,4
1997-98Alan Henderson25Atlanta Hawks6929,014,36,41,10,60,548,550,065,2
1996-97Isaac Austin27Miami Heat8222,99,75,81,20,50,550,20,066,4
1995-96Gheorghe Muresan24Washington Bullets7629,514,59,60,70,72,358,40,061,9
1994-95Dana Barros27Philadelphia 76ers8240,520,63,37,51,80,049,046,489,9
1993-94Don MacLean24Washington Bullets7533,218,26,22,10,60,350,214,382,4
1992-93Mahmoud Abdul-Rauf23Denver Nuggets8133,519,22,84,21,00,145,035,593,5
1991-92Pervis Ellison24Washington Bullets6638,020,011,22,90,92,753,933,372,8
1990-91Scott Skiles26Orlando Magic7934,417,23,48,41,10,144,540,890,2
1989-90Rony Seikaly24Miami Heat7432,616,610,41,11,11,750,20,059,4
1988-89Kevin Johnson22Phoenix Suns8139,220,44,212,21,70,350,59,188,2
1987-88Kevin Duckworth23Portland Trail Blazers7828,515,87,40,80,40,449,60,077,0
1986-87Dale Ellis26Seattle SuperSonics8237,524,95,52,91,30,451,635,878,7
1985-86Alvin Robertson23San Antonio Spurs8235,117,06,35,53,70,551,427,679,5

De todos os jogadores que já foram eleitos MIP, somente Boris Diaw (2014) e Kevin Love (2016) conseguiram se sagrar campeões da NBA posteriormente. E por ser muito difícil o mesmo jogador enfrentar, ao longo da carreira, duas fases distintas em que apresenta evolução significativa, até hoje ninguém foi contemplado com o prêmio mais de uma vez.

O peso das estatísticas

A análise dos números para avaliar as performances do jogadores vem ganhando cada vez mais importância nas últimas décadas, principalmente graças à evolução da tecnologia. E de todos os prêmios concedidos pela NBA, sem dúvida alguma é no de Most Improved Player que as estatísticas têm maior relevância.

Afinal, não existe nada mais eficiente do que comparar os números de uma temporada com os da seguinte para analisar a evolução de um jogador. Porém, é preciso ficar atento a uma variável importante: o tempo em quadra.

Há inúmeros exemplos de jogadores cujas estatísticas sofreram grande melhora a partir de uma determinada temporada, mas sem haver uma evolução do ponto de vista técnico. A evolução nas estatísticas, nesses casos, ocorreu simplesmente como reflexo do maior tempo em quadra.

O fenômeno do “falso MIP” na prática

Tomemos o exemplo de Kurt Rambis. Depois de sete temporadas defendendo o Los Angeles Lakers, o ala-pivô se tornou um free agent em julho de 1988 e foi contratado pelo Charlotte Hornets, franquia que estreava na NBA.

No Hornets, as suas estatísticas em pontos, rebotes, assistências, roubos de bola e bloqueios cresceram absurdamente:

TemporadaFranquiaGMPFG%FT%TRBASTSTLBLKPTS
1987-88Los Angeles Lakers7012,154,878,53,80,80,60,24,0
1988-89Charlotte Hornets7529,851,873,49,42,11,30,811,1

Para os mais desatentos, essa “evolução” poderia ter lhe garantido uma indicação ao prêmio de Most Improved Player. Analisando com mais cuidado, fica evidente que a temporada 1988-89 de Rambis foi típica de um “falso MIP”.

Em 1987-88, Rambis havia sido reserva no Lakers, a exemplo do que aconteceu em boa parte de suas temporadas anteriores. Ao chegar em North Carolina, num elenco carente de jogadores talentosos, Rambis tornou-se titular e teve os seus minutos em quadra mais do que dobrados. Esse, na verdade, foi o único motivo para a melhora de suas estatísticas.

Tanto não houve evolução do ponto de vista técnico, que o seu aproveitamento nos arremessos de quadra (FG%) e lances livres (FT%) regrediu em comparação à temporada anterior.