Search
  • Informação de bandeja sobre a NBA
  • por Rodrigo Enge
Search Menu

Árbitros comentarão pelo Twitter decisões de seus colegas no Jogo 3

Os árbitros Mike Callahan e David Guthrie assistem o replay de um lance do Jogo 2 (Imagem: Joe Murphy/Getty Images)

Os árbitros Mike Callahan e David Guthrie assistem o replay de um lance do Jogo 2 (Imagem: Joe Murphy/Getty Images)

Durante o Jogo 3 das finais da NBA entre Golden State Warriors e Cleveland Cavaliers, a associação de árbitros da liga emitirá opiniões em tempo real sobre as decisões tomadas durante a partida.

Isso acontecerá através do perfil oficial no Twitter da NBRA, a National Basketball Referees Association, que promete ir além, respondendo também a perguntas dos usuários da plataforma de mídia social.

A interação acontecerá através da hashtag #RefWatchParty e promete ser, no mínimo, interessante. Será curioso observar qual será o grau de corporativismo da NBRA nos comentários e como a associação lidará com as inevitáveis críticas ao trabalho dos árbitros.

Chris Paul deve exigir teto salarial em seu próximo contrato
Podcast: as Finais da NBA, a eficiência de Livingston e muito mais
Stephen Curry bate recorde e Warriors faz dois a zero no Cavaliers

Árbitros estão na berlinda

A iniciativa inédita foi tomada em um momento delicadíssimo tanto do nível técnico da arbitragem na NBA, quanto do relacionamento entre árbitros e jogadores. Mesmo com a tecnologia a seu favor, durante a temporada regular 2017-18 ocorreu uma série de erros clamorosos de arbitragem, em um nível muito superior ao que seria aceitável.

Além disso, o clima entre árbitros e jogadores nunca esteve tão tenso. O episódio mais emblemático desta tensão ocorreu em 3 de dezembro, numa partida entre Golden State Warriors e Miami Heat, quando o árbitro Courtney Kirkland e Shaun Livingston literalmente bateram cabeça.

E, infelizmente, os erros prosseguiram acontecendo durante os Playoffs 2018, o que só tem piorado o ambiente dentro de quadra.

LeBron James e Draymond Green discutem com árbitros durante as Finais 2018 (Imagem: Getty Images)

LeBron James e Draymond Green discutem com árbitros durante as Finais 2018 (Imagem: Getty Images)

Aposentadorias impactaram negativamente prestígio da arbitragem

A NBA perdeu nos últimos anos três dos seus árbitros mais respeitados, experientes e competentes. Em 2016 Joe Crawford se aposentou depois de 39 anos de serviços prestados e aparições em 50 jogos das finais da NBA.

No ano seguinte foi a vez de Danny Crawford fazer o mesmo após uma carreira de 32 anos e participação em pelo menos uma partida de todas as edições dos playoffs desde 1995.

A perda mais recente foi de Monty McCutchen, um dos árbitros mais conceituados da NBA e que aos 52 anos de idade ainda tinha fôlego para pelo menos mais uma década de trabalho nas quadras

Porém, justamente por sua competência, em dezembro McCutchen foi promovido a uma das vice-presidências da NBA, passando a ser responsável pelo treinamento e desenvolvimento dos árbitros.

A esperança é de que McCutchen consiga elevar o nível técnico da arbitragem pelo menos no médio prazo, já que durante os seus primeiros meses no novo cargo ainda não foi possível sentir nenhuma evolução.

Summary
Árbitros comentarão pelo Twitter decisões de seus colegas no Jogo 3
Article Name
Árbitros comentarão pelo Twitter decisões de seus colegas no Jogo 3
Description
A associação de árbitros da NBA comentará em tempo real através do Twitter as decisões dos profissionais que trabalharão no Jogo 3 das finais.
Author
Publisher Name
Layup • Informação de bandeja sobre a NBA
Publisher Logo