Search
  • Informação de bandeja sobre a NBA
  • por Rodrigo Enge
Search Menu

Raptors empata série com vitória sofrida sobre Bucks

Kyle Lowry (esq) fez a cesta que sacramento a vitória do Toronto Raptors (Imagem: Vaughn Ridley / Getty Images)

Kyle Lowry (esq) fez a cesta que sacramento a vitória do Toronto Raptors (Imagem: Vaughn Ridley / Getty Images)

Perder novamente em seus domínios e ir para Wisconsin com a desvantagem de 2 a 0 no placar da série contra o Milwaukee Bucks seria uma verdadeira tragédia para o Toronto Raptors. Cientes disso, os jogadores da franquia canadense se desdobraram para sair de quadra com a vitória por 106 a 100 em uma partida que só se definiu nos seus segundos finais.

Raptors mais eficiente na defesa

Houve 12 mudanças na liderança do placar, que esteve empatado nove vezes ao longo da partida. Ambas as franquias marcaram 30 pontos dentro do garrafão adversário e 12 pontos em contra-ataques.




O que fez muita diferença neste jogo 2 foi a melhor transição defensiva do Toronto Raptors, impedindo o visitante de somar tantos pontos embaixo da cesta quanto na partida anterior.

O Milwaukee Bucks teve um dos piores aproveitamentos nos arremessos de média distância durante a temporada regular. Mas, sem poder usufruir dos contra-ataques com a intensidade que gostaria, foi obrigado a arremessar e isso ajudou demais o Raptors.

O Bucks teve aproveitamento de 41,4% nos arremessos de quadra contra 48,1% do Raptors, que contou com as boas pontarias de Serge Ibaka (16 pts • 3P 4/7) e Cory Joseph (11 pts • 3P 3/4) nos chutes de fora do perímetro.

Giannis tirou o pó das estatísticas do Bucks

Mesmo com dificuldades para frequentar o garrafão do Raptors, Giannis Antetokounmpo justificou mais uma vez seu apelido de Greek Freak e preencheu o box score: 24 pontos (FG 9/24 • 37,5%), 15 rebotes, 7 assistências e 2 roubos de bola.

O último jogador do Bucks com pelo menos 24 pontos e 15 rebotes em uma partida de playoffs havia sido o pivô Jack Sikma (25 pts, 16 reb), numa vitória sobre o Atlanta Hawks em 4 de maio de 1988.

Khris Middleton foi perfeito nos chutes de fora do perímetro (3P 3/3) e somou 20 pontos ao placar, seguido por Greg Monroe, com 18 pontos e 4 rebotes. Tony Snell obteve sua 2ª maior marcar em playoffs ao fazer 14 pontos, também com excelente aproveitamento nos 3 pontos (4/6).

Melhores momentos do Bucks

Lowry definiu vitória do Raptors

DeMar DeRozan foi o cestinha do Raptors com 23 pontos (FG 50%), 7 rebotes e 3 assistências, mas quem sacramentou a vitória do time canadense foi Kyle Lowry.

O armador foi eficiente nos dois lados da quadra (22 pts, 4 reb, 5 ast, 3 stl, 1 blk) e converteu um arremesso decisivo quando faltavam 8 segundos para o final da partida, ampliando a vantagem do Raptors para 4 pontos.

Giannis x DeRozan

A série segue para Milwaukee, que será palco do jogo 3 amanhã, sem transmissão pela TV.

Milwaukee Bucks 1 x 1 Toronto Raptors