Search
  • Informação de bandeja sobre a NBA
  • por Rodrigo Enge
Search Menu

Career high

Fala-se em career high quando o jogador registra a maior marca de sua carreira em uma determinada estatística durante uma partida ou temporada. A expressão é utilizada com frequência não somente no universo da NBA, mas também das demais ligas profissionais norte-americanas.

Alguns exemplos: o career high de Wilt Chamberlain foi 100 pontos em 2 de março de 1962 contra o New York Knicks; o de Kobe Bryant foi 81 pontos contra o Toronto Raptors em 22 de janeiro de 2006; o de  Michael Jordan foi 69 pontos contra o Cleveland Cavaliers em 28 de março de 1990; o de Pete Maravich foi 68 pontos contra o New York Knicks em 25 de fevereiro de 1977; o de Larry Bird foi 60 pontos contra o Atlanta Hawks em 12 de março de 1985.

O career high de 100 pontos alcançado por Wilt Chamberlain em 2/3/1962 provavelmente nunca será superado

O career high de 100 pontos alcançado por Wilt Chamberlain provavelmente nunca será superado

Career high se aplica a todas estatísticas

É mais comum o uso da expressão para se referir aos pontos, mas ela pode ser utilizada em relação às demais estatísticas, como rebotes, assistências, roubos de bola, bloqueios, turnovers, arremessos de 3 pontos convertidos, lances livres convertidos, arremessos de quadra executados etc.




Lembre-se que a NBA e a mídia especializada separam as estatísticas das temporadas regulares das estatísticas dos playoffs. Quando a expressão é mencionada sem nenhuma ressalva, invariavelmente estão se referindo à maior marca em temporadas regulares.

É possível, portanto, que o career high de um jogador seja 35 pontos, e ele tenha marcado 40 pontos em um jogo válido pelos playoffs.

Estatísticas medíocres também ensejam o uso da expressão

Basta que a marca tenha sido a maior da carreira de determinado jogador para que a expressão seja pertinente, mesmo que medíocre em comparação a de outros atletas.

Por exemplo: apesar de ter disputado 624 partidas na NBA, o career high do pivô Manute Bol foi de apenas três assistências, registrado em cinco partidas (via Basketball Reference).

error: Se quiser utilizar este conteúdo por favor entre em contato.