Search
  • Informação de bandeja sobre a NBA
  • por Rodrigo Enge
Search Menu

Los Angeles Clippers

Los Angeles Clippers

Los Angeles Clippers

O Los Angeles Clippers integra a Divisão do Pacífico da Conferência Oeste da NBA. A franquia nasceu em 1970 do outro lado do continente norte-americano, tendo sofrido algumas alterações de sede e nome ao longo de sua história. Em 45 temporadas conseguiu chegar aos playoffs somente 11 vezes, nunca indo além das semifinais de conferência. É a franquia com o segundo pior percentual de vitórias na temporada regular dentre todas as 30 que estão em atividade na NBA. Foi campeã da sua divisão duas vezes recentemente com Chris Paul, Blake Griffin e DeAndre Jordan, jogadores que já entraram para a história da franquia mesmo que nunca se sagrem campeões com a camisa do Clippers.

Origens

O Los Angeles Clippers foi fundado em 1970 como Buffalo Braves e fez parte da quinta expansão promovida pela NBA, que na época media forças com a concorrente ABA. Além do Buffalo Braves, naquele ano a liga também admitiu a entrada do Cleveland Cavaliers e do Portland Trail Blazers. A cidade de Buffalo, no estado de Nova Iorque, já havia sido sede de outra franquia da NBA, ainda que por um breve período: o Atlanta Hawks nasceu em 1946 como Buffalo Bisons, mas logo em seguida se transferiu para o estado de Illinois.

Após sete temporadas a equipe só conseguiu chegar aos playoffs três vezes, muito graças ao talento de Bob McAdoo, draftado em 1972, sendo derrotada em todas nas semifinais da Conferência Leste. O Buffalo Sabres, equipe de hóquei profissional da NHL também fundada em 1970, atraía muito mais torcedores, principalmente depois que o proprietário do Braves, Paul Snyder, decidiu vender Bob McAdoo justamente para o New York Knicks, rival do mesmo estado. Sem ver perspectiva para o futuro da franquia, em 1977 Snyder a vendeu para o empresário John Y. Brown Jr., então proprietário da rede de fast-food Kentucky Fried Chicken.

O que aconteceu em seguida foi, muito provavelmente, a transação mais surpreendente já vista não só na história da NBA, como de todas as franquias esportivas norte-americanas. Brown “trocou” o Buffalo Braves, uma franquia sem tradição, sem torcedores, sem bons jogadores, sem títulos e sem caixa, pelo tradicionalíssimo, vitoriosíssimo, talentosíssimo e valiosíssimo Boston Celtics. Claro que não foi uma simples troca, Brown teve que “inteirar” muito dinheiro para que o então proprietário do Celtics, Irv Levin, topasse o negócio.




Ao adquirir a franquia, Levin já tinha um plano. Ele era produtor de filmes, vivia em Hollywood, e tinha o sonho de transferir seu antigo time, o Boston Celtics, para a Costa Oeste. Obviamente a NBA nunca permitiria uma sandice dessa tamanho, de modo que a troca de times foi a saída encontrada por Levin para realizar seu desejo. Assim, em 1978 o Buffalo Braves virou San Diego Clippers. Localizada a 200 km ao sul de Los Angeles, a cidade litorânea de San Diego tem um trânsito considerável de embarcações em sua baía, fato que rendeu o “sobrenome” Clippers à franquia (clipper significa veleiro em inglês).

Mas se Irv Levin tivesse prestado um pouco de atenção ao que aconteceu nos primeiros anos do Houston Rockets, franquia que também teve San Diego como sede entre 1967 e 1971, talvez tivesse escolhido outra cidade para abrigar sua equipe. A exemplo do Rockets, o Clippers também não foi bem acolhido pela população local. O basquete apresentado também não ajudava em nada a atrair torcedores e quatro anos após chegar em San Diego, em 1982 Levin decidiu vender a franquia para o empresário do ramo de incorporações Donald Sterling. Ciente de que a franquia não teria futuro se permanecesse em San Diego, Sterling pretendia transferir a franquia recém adquirida para Los Angeles, cidade onde morava desde os dois anos de idade.

Por dois anos Sterling tentou convencer a direção da NBA a autorizar a mudança do Clippers para Los Angeles, que já era sede do Lakers desde 1960, sem sucesso, pois como nos sistemas de franquias de varejo, as equipes da NBA também têm exclusividade territorial. Em 1984 Sterling decidiu agir mesmo sem o aval da liga e levou sua franquia para LA, recebendo finalmente seu nome atual: Los Angeles Clippers. O atrevimento rendeu uma multa de US$ 25 milhões imposta pela liga, posteriormente reduzida para US$ 6 milhões, “dinheiro de pinga” para Sterling.

Em 2014 Donald Sterling foi obrigado a vender a franquia após ser flagrado fazendo comentários racistas que tiveram repercussão extremamente negativa não somente na imprensa e na direção da NBA, como também entre ex-jogadores e os jogadores em atividade, incluindo os do próprio Los Angeles Clippers. Quem adquiriu a franquia foi Steve Ballmer, ex-CEO da Microsoft, por nada menos do que US$ 2 bilhões. Para quem havia desembolsado menos de US$ 13 milhões em 1982, quando adquiriu a franquia, pode-se dizer que o Clippers foi um negócio “relativamente” lucrativo para Sterling.

voltar ao topo da página ↑

Localização do Los Angeles Clippers

A franquia tem sede em Los Angeles desde 1984 e desde 1999 manda suas partidas no Staples Center (1111 S. Figueroa Street • Los Angeles, California • 90015), arena multiuso inaugurada naquele ano. Além do Los Angeles Clippers, o rival Los Angeles Lakers e a franquia de hóquei no gelo Los Angeles Kings, integrante da NHL, também utilizam o Staples Center, o que requer muita tecnologia, logística e organização. Em maio de 2012, as três franquias disputavam os playoffs de suas respectivas ligas e, num período de apenas quatro dias, seis partidas ocorreram no Staples Center, duas de cada equipe. Um vídeo em time-lapse foi produzido para registrar todas as transformações pelas quais a arena passou nesse período.

Lembrando que as alterações não se resumem à quadra, mas também incluem as decorações das arquibancadas e a exibição das camisas dos ídolos aposentados, entre outros detalhes.

Los Angeles, California, EUA

Los Angeles, California, EUA

voltar ao topo da página ↑

Recordes do Los Angeles Clippers

Raio-X da franquia

Raio-X 
Temporadas na NBA47
Participações nos playoffs13
Títulos da NBA0
Títulos de Conferência0
1ª colocação na Conferência0
1ª colocação na Divisão2
Vitórias/derrotas na temporada regular1.520/2.286 (39,9%)

Maiores sequências na temporada regular

SequênciaPartidasTemporada
Vitórias172012-13
Derrotas201981-82

Melhor e pior campanha na temporada regular

TemporadaCampanha%Pós-temporada
2013-1457-2569,5Eliminado na semifinal da Conf. Oeste
1986-8712-7014,6--

Recordes totais

EstatísticaJogadorRecorde
PontosRandy Smith12.735
RebotesDeAndre Jordan6.817
AssistênciasChris Paul4.023
Roubos de bolaRandy Smith1.072
BloqueiosDeAndre Jordan1.207
Lances livresCorey Maggette3.122
Arremessos de 3 ptsEric Piatkowski738
PartidasRandy Smith715

Recordes – médias por partida

EstatísticaJogadorRecorde
PontosWorld B. Free29,4
RebotesElmore Smith13,8
AssistênciasChris Paul9,8
Roubos de bolaChris Paul2,2
BloqueiosBenoit Benjamin2,8
MinutosBob McAdoo40,1

Recordes em uma única partida

EstatísticaJogadorRecordeDataAdversário
PontosBob McAdoo(2) • Charles Smith5222/02/1974 e 17/03/1976 • 01/12/1990Boston Celtics e Seattle SuperSonics • Denver Nuggets
RebotesMichael Cage3024/04/1988Seattle SuperSonics
AssistênciasGary Grant (2)2129/11/1989 e 18/01/1990Milwaukee Bucks e Seattle SuperSonics
Roubos de bolaDoc Rivers906/11/1991Phoenix Suns
BloqueiosBenoit Benjamin (2)1029/01/1988 e 31/03/1989Milwaukee Bucks e San Antonio Spurs
Lances livresWorld B. Free2213/01/1979Atlanta Hawks
Arremessos de 3 ptsCaron Butler • J.J. Redick926/11/2012 • 18/01/2016New Orleans Hornets • Houston Rockets

voltar ao topo da página ↑

Ídolos e jogadores notáveis do Los Angeles Clippers

JogadorAltura (m)Posição#NascimentoFalecimentoDeAtéPontos*Rebotes*Assistências*
Bob Kauffman2,033, 4 e 54413/07/1946--1970197415,89,22,9
Elmore Smith2,135309/05/1949--1971197317,813,82,0
Randy Smith1,912 e 3912/12/194804/06/20091971/19821979/198317,84,24,9
Bob McAdoo2,064 e 51125/09/1951--1972197628,212,72,6
World B. Free1,881 e 22409/12/1953--1978198029,43,74,3
Terry Cummings2,063 e43415/03/1961--1982198423,310,12,1
Benoit Benjamin2,1350022/11/1964--1985199113,38,71,9
Ken Norman2,03333/305/09/1964--1987199314,76,62,2
Charles Smith2,083 e 45416/07/1965--1988199218,87,01,5
Danny Manning2,08425/517/05/1966--1988199419,16,43,0
Ron Harper1,981 e 2420/01/1964--1989199419,35,54,8
Corey Maggette1,982, 3 e 45012/09/1979--2000200817,35,22,4
Elton Brand2,064 e 54211/03/1979--2001200820,310,32,7
Chris Kaman2,1353528/04/1983--2003201111,88,31,3
DeAndre Jordan2,1159/621/07/1988--200820179,110,10,7
Blake Griffin2,0843216/03/1989--2010201721,59,44,1
Chris Paul1,831306/05/1985--2011201718,84,29,8
* por partida, defendendo a franquia

voltar ao topo da página ↑

Rivalidades

Los Angeles Lakers

A única rivalidade que o Los Angeles Clippers conseguiu desenvolver em mais de quatro décadas de existência foi com o Los Angeles Lakers, exclusivamente por terem sede na mesma cidade. As franquias nunca se enfrentaram na pós-temporada e na temporada regular o Lakers venceu mais de 70% das partidas disputadas, razão pela qual muitos comentaristas esportivos norte-americanos se recusam a reconhecer uma rivalidade propriamente dita entre as equipes.

voltar ao topo da página ↑

Estatísticas obtidas no site Basketball Reference
error: Se quiser utilizar este conteúdo por favor entre em contato.