Search
  • Informação de bandeja sobre a NBA
  • por Rodrigo Enge
Search Menu

Cavs passeia no TD Garden em ritmo de playoffs e se mantém na liderança do Leste

LeBron James (Cavs) encara a marcação de Jae Crowder (Imagem: Brian Babineau / Getty Images)

LeBron James (Cavs) encara a marcação de Jae Crowder (Imagem: Brian Babineau / Getty Images)

O Boston Celtics tinha a vantagem de jogar diante de sua torcida e um retrospecto recente melhor do que o do Cleveland Cavaliers. Enquanto isso, o campeão da NBA atuou desfalcado de um dos seus principais reboteiros, pois Tristan Thompson se contundiu no polegar. Mas quando a bola subiu, nada disso teve relevância. Liderado por LeBron James, o Cavs foi superior em todos os aspectos, chegou a ter 29 pontos de vantagem e venceu por 114 a 91, estabelecendo a maior diferença de pontos nos quatro confrontos entre as franquias em 2016-17.

LeBron não admitiu, mas vitória foi crucial para o Cavs

Antes da partida LeBron James foi perguntado sobre a importância do confronto e saiu pela tangente. Disse que disputou seis finais consecutivas e por isso seria a pessoa menos indicada para falar sobre um jogo da temporada regular.




Mas o craque sabia muito bem que era imperativo para o Cleveland Cavaliers deixar Massachusetts com uma vitória na bagagem. Afinal, a vitória não apenas manteve a franquia na liderança do Leste, como também garantiu vantagem nos critérios de desempate se terminar a temporada regular com a mesma campanha que o Boston Celtics.

Intensidade e foco de playoffs

Até o final do 1º período, quando Isaiah Thomas marcou 12 dos seus 26 pontos, o jogo ainda foi parelho. Mas enquanto o Cavs manteve-se com a mesma intensidade ao longo de toda partida, seu adversário cedeu inúmeros rebotes, desperdiçou arremessos embaixo da cesta e teve o seu 2º pior aproveitamento em arremessos de 3 pontos na temporada (3P 21,1%).

Um bom termômetro da diferença de foco e estabilidade emocional entre as franquias foi o aproveitamento nos lances livres. Enquanto o Cavs desperdiçou apenas um dos 18 lances livres que cobrou (FT 94,4%), o Celtics teve aproveitamento de apenas 62,1% (FT 18/29).

Doutrinação de LeBron

Em cinco partidas nessa temporada LeBron James teve índice plus/minus acima de +30. Quatro delas foram contra times que estão na parte inferior da tabela: Brooklyn Nets, Philadelphia 76ers, New York Knicks e Dallas Mavericks. A quinta foi ontem, justamente contra o principal rival do Cavs no Leste, quando LeBron teve plus/minus +32, seu 2º maior índice nesta temporada.

LeBron marcou 36 pontos com 63,6% de aproveitamento nos arremessos de quadra, pegou 10 rebotes, fez 6 assistências e 2 bloqueios em 38 minutos de quadra.

Todos os outros titulares do Cavs também pontuaram em dígitos duplos, com destaque para Kyie Irving (19 pts) e Kevin Love (15 pts, 16 reb).

Celtics ainda pode terminar em 1º lugar

A Atlanta Hawks deve ser o fiel da balança na decisão do 1º lugar do Leste. E isso é uma péssima notícia para o Celtics, pois o histórico do Hawks contra o time de Ohio é ruim, tendo perdido 4 das últimas 5 partidas válidas pela temporada regular e todas os 12 jogos disputados nos playoffs.

Confira abaixo os confrontos de cada uma das franquias na reta final da temporada regular:

  • Cavs: Hawks, Hawks (fora), Heat (fora) e Raptors
  • Celtics: Hawks (fora), Hornets (fora), Nets e Bucks

De todo modo, em três cenários o time comandado por Brad Stevens ainda pode ter a vantagem do mando de quadra contra todos times de sua conferência que se classificarem para os playoffs:

  • Celtics vencer as 4 partidas que lhe restam e o Cavs somente 2;
  • Celtics vencer 3 partidas e o Cavs somente 1;
  • Celtics vencer 2 partidas e o Cavs perder todas.
Cleveland Cavaliers 51-27 (1º no Leste) Boston Celtics 50-28 (2º no Leste)

error: Se quiser utilizar este conteúdo por favor entre em contato.