Search
  • Informação de bandeja sobre a NBA
  • por Rodrigo Enge
Search Menu

Cavs ensaia uma varrida pra cima do Hawks

LeBron James quase anotou um triplo-duplo na vitória do Cavs sobre o Hawks (twitter.com/cavs)

LeBron James quase anotou um triplo-duplo na vitória do Cavs sobre o Hawks (twitter.com/cavs)

O Cavs jogou duas partidas fora de casa, sem dois de seus principais jogadores, e mesmo assim só acumula vitórias na disputa do título da Conferência Leste com o Atlanta Hawks. Após derrotar pela segunda vez consecutiva o Hawks em Atlanta (94 a 82), o Cleveland Cavaliers terá a oportunidade de fechar a série em casa, caso consiga mais duas vitórias em Ohio. E depois do que as duas equipes apresentaram hoje, esta possibilidade não apenas existe, como é bem grande.

DeMarre Carroll, que havia se contundido na partida anterior, aparentemente com gravidade, atuou normalmente pelo Hawks, enquanto Kyrie Irving, sofrendo com tendinite nos joelhos, foi poupado mais uma vez pelo técnico David Blatt. Mas nem o desfalque de Irving, muito menos o fato de jogar fora de casa foram empecilhos para o Cleveland Cavaliers obter mais uma vitória sobre o time de melhor campanha na Conferência Leste durante a temporada regular.

LeBron James foi o senhor da partida novamente (30 pontos, 11 assistências e 9 rebotes) e Tristan Thompson, embora não tenha ajudado muito no ataque, pegou sozinho quase o mesmo número de rebotes que todos os titulares do Hawks  (16 para Thompson, 18 para todos os titulares do Hawks).

LeBron teve toda liberdade para fazer o que bem entendesse na vitória do Cavs

Desta vez J.R. Smith não estava “iluminado” (9 pontos 2 rebotes, 1 assistência e 2 roubos de bola), mas, mesmo assim, produziu uma jogada digna de Michael Jordan (vídeo abaixo).

Iman Shumpert teve liberdade e pontaria para converter 4 das 6 bolas de 3 pontos que arremessou, ajudando LeBron na tarefa de pontuar (16 pontos, 4 rebotes e 1 roubo de bola).

Além disso, para complicar de vez a situação do time da Georgia, os titulares do Hawks parecem ter entregado os pontos, literalmente. O time, que já lida com uma contusão mal-resolvida de Paul Millsap, viu DeMarre Carroll se machucar na partida anterior e Al Horford sair de quadra neste segundo confronto durante o quarto período com dores no joelho. Coincidência ou não, esses 3 jogadores titulares, essenciais para a dinâmica de jogo desenvolvida por Budenholzer, têm tido atuações abaixo da média na série contra o Cavs. Neste jogo #2, os 3 somaram apenas 22 pontos, menos da metade da pontuação média por partida do trio na temporada regular.

Jeff Teague (12 pontos, 6 assistências e 3 rebotes) esteve irreconhecível, forçando arremessos de longa distância (2/6 de fora do perímetro), sem criatividade e às vezes se mostrando desinteressado, como se estivesse jogando apenas mais um jogo qualquer da temporada regular. A máquina e converter arremessos de 3 pontos, Kyle Korver (12 pontos, 1 rebote e 1 assistência), definitivamente está precisando de uma revisão completa: acompanhou Teague nos chutes de 3 pontos (2/6) e nos arremessos de 2 pontos converteu apenas 2 em 5. Um fiasco para quem tem como única obrigação pontuar.

Para se ter uma ideia de como a noite do Hawks foi desastrosa, o reserva Dennis Schroder foi o cestinha da equipe com… 13 pontos!

O Atlanta Hawks saiu duplamente derrotado da quadra: perdeu a partida e, aparentemente, qualquer possibilidade de reverter o curso que esta série está tomando. A diferença técnica entre as duas equipes tem sido tão grande (em grande parte por conta de LeBron James), que ninguém tem sentido a menor falta de Kevin Love, e Kyrie Irving está podendo ser poupado para retornar somente nas finais, numa condição física melhor.

A próxima partida acontecerá no domingo, em Cleveland, às 21h30, com transmissão ao vivo pelo SporTV e pelo Space.

error: Se quiser utilizar este conteúdo por favor entre em contato.