Search
  • Informação de bandeja sobre a NBA
  • por Rodrigo Enge
Search Menu

Cavaliers começa arrasador na semifinal contra Raptors

Patrick Patterson (Raptors) tenta bloquear um arremesso de LeBron James (Cavaliers) • Imagem: Nathaniel S. Butler / Getty Images

Patrick Patterson (Raptors) tenta bloquear um arremesso de LeBron James (Cavaliers) • Imagem: Nathaniel S. Butler / Getty Images

O Cleveland Cavaliers começou as semifinais de 2017 contra o Toronto Raptors da mesma maneira que terminou as finais de conferência de 2016: vencendo com enorme facilidade. Não se engane pelo placar final de 116 a 105. O time canadense foi totalmente dominado pelo atual campeão, que teve 25 pontos de vantagem no final do 3º período e só permitiu que a diferença caísse quando colocou em quadra seus reservas na última etapa da partida.




Primeiro período ditou rumos da partida

Os cinco turnovers cometidos pelo Toronto Raptors no começo do jogo renderam oito pontos de graça para o Cleveland Cavaliers. Para tornar as coisas ainda mais difíceis, o visitante teve apenas 33,3% de aproveitamento nos arremessos de quadra no primeiro período e viu o Cavs abrir 12 pontos de vantagem.

O Raptors ensaiou algumas reações, mas foi sufocado pelas 14 bolas de 3 pontos e pelas 29 idas à linha de lance livre que renderam 24 pontos ao Cavaliers.

Powell de volta à reserva

Dwane Casey voltou a escalar Jonas Valanciunas (6 pts, 6 reb, 20 min) entre os titulares, devolvendo Norman Powell (12 pts, 2 reb, 20 min) para a reserva. Apesar de ter um aproveitamento baixíssimo nos arremessos de quadra (FG 27,3%), Powell foi o jogador do Raptors com maior índice plus/minus (+14).

Kyle Lowry foi o cestinha do Raptors, com 20 pontos e 11 assistências (assista o último vídeo nesta matéria). DeMar DeRozan marcou 19 pontos, mas teve o pior índice plus/minus da partida (-32). Serge Ibaka compensou o péssimo início de partida convertendo todas as 3 bolas de 3 pontos que arriscou e saiu de quadra com 15 pontos e 6 rebotes.

P.J. Tucker foi um dos principais destaques do Raptors. Permaneceu em quadra por 25 minutos, marcou 13 pontos e pegou 11 rebotes, além de demonstrar a dedicação de sempre na defesa.

LeBron comandou o Cavaliers mais uma vez

Os peixes foram concebidos para viverem na água e LeBron James nos playoffs da NBA. O craque destilou sua segurança e eficiência com a mesma naturalidade que teria em um jogo qualquer da temporada regular, o que não é novidade alguma.

Marcou 35 pontos (FG 13/23), pegou dez rebotes, fez quatro assistências e desperdiçou apenas uma das oito cobranças de lance livre que executou.

Recorde de Kyrie em playoffs

Que Kyrie Irving é um armador de elite obviamente não resta a menor dúvida. Mas é um dos titulares da posição 1 que menos faz assistências. Por isso, apesar de já ter disputado 38 partidas nos playoffs, nunca tinha registrado dígitos duplos nessa estatística.

Essa escrita caiu no jogo 1 contra o Raptors, quando Kyrie marcou 24 pontos e fez dez assistências. Durante a temporada regular, o Cavaliers venceu 24 das 29 partidas em que Kyrie distribuiu pelo menos dez assistências, o que mostra como o seu desempenho nesta função típica dos armadores tem relação direta com o sucesso do Cavs.

Kevin Love (18 pts) e Tristan Thompson (11 pts) tiveram aproveitamento abaixo dos 40% nos arremessos de quadra, mas juntos pegaram a metade de todos os rebotes do Cavaliers (9 e 14, respectivamente).

#DATAHORATVVISITANTEPTSPTSMANDANTEOT
11/520:00SporTVToronto Raptors (0)105116Cleveland Cavaliers (1)--
23/520:00ESPNToronto Raptors (0)103125Cleveland Cavaliers (2)--
35/520:00ESPNCleveland Cavaliers (3)11594Toronto Raptors (0)--
47/516:30SporTVCleveland Cavaliers (4)109102Toronto Raptors (0)--
Cleveland Cavaliers 1 x 0 Toronto Raptors
error: Se quiser utilizar este conteúdo por favor entre em contato.