Search
  • Informação de bandeja sobre a NBA
  • por Rodrigo Enge
Search Menu

Bulls domina Celtics, abre 2 a 0 e já flerta com as semifinais

Rajon Rondo comandou o time do Bulls à vitória e quase anotou um triplo-duplo (Imagem: Boston Globe / Getty Images)

Rajon Rondo comandou o time do Bulls à vitória e quase anotou um triplo-duplo (Imagem: Boston Globe / Getty Images)

O Chicago Bulls repetiu um feito que apenas o Milwaukee Bucks havia conseguido realizar, em 1983, nas semifinais do Leste: atuando como visitante, venceu as duas primeiras partidas de uma série contra o Boston Celtics. E o histórico não é nada animador para o time de Massachusetts, já que acabou varrido pelo Bucks naquela oportunidade e perdeu as duas partidas que disputou em Chicago na temporada regular 2016-17.

Com boas atuações dos titulares, todos pontuando em dígitos duplos, o Chicago Bulls nem pareceu o time instável, cheio de problemas nos vestiários e que fez uma das piores negociações dos últimos tempos. Venceu o jogo 2 por 111 a 97 e, caso confirme seu mando de quadra nas próximas duas partidas, estará nas semifinais.

Celtics depende demais de IT

Isaiah Thomas teve média de 28,9 pontos por partida na temporada  regular e, se não fosse pelas performances incríveis de James Harden e Russell Westbrook, sem dúvida seria um dos principais favoritos ao prêmio de MVP.

Mas em vez do Boston Celtics usar o armador como um trunfo, parece ter se acostumado a depositar todas as suas fichas no seu desempenho. Thomas marcou “apenas” 20 pontos (FG 6/15 • 40%), teve o pior aproveitamento da carreira nos lances livres em partidas com pelo menos 8 cobranças (FT 7/13 • 53,8%) e não teve nenhuma ajuda significativa para evitar a derrota de sua equipe.



Al Horford, jogador com status de All-Star contratado justamente para ser uma alternativa consistente no setor ofensivo, marcou somente 7 pontos, convertendo 3 arremessos de quadra dos 8 que arriscou.

De Jae Crowder (16 pts), Marcus Smart (13 pts) e Kelly Olynyk (11 pts) não dá para se esperar muito mais do que produziram, mas Avery Bradley (12 pts • FG 5/15) ficou devendo tanto na defesa quanto no ataque.

Uma eventual eliminação na 1ª rodada fatalmente fará o general manager Danny Ainge rever muita coisa na montagem do elenco do Celtics.

Rondo foi o cérebro do Bulls

Rajon Rondo mostrou que conhece bem cada cantinho da quadra do TD Garden. Jogando contra a franquia onde foi campeão e 2008, o armador conduziu o Chicago Bulls à vitória tirando o melhor de seus companheiros de equipe.

Apesar de ter marcado só 11 pontos (FG 5/11), Rondo pegou 9 rebotes, distribuiu 14 assistências, fez 5 roubos de bola e cometeu apenas 3 turnovers em 40 minutos de quadra.

Tanto Jimmy Butler quanto Dwyane Wade marcaram 22 pontos, seguidos por Robin Lopez (18 pts, 8 reb), Paul Zipser (16 pts) e Nikola Mirotic (13 pts, 7 reb).

O jogo 3 será realizado na sexta-feira (20/4), com transmissão ao vivo pela ESPN a partir das 20h.

Chicago Bulls 2 x 0 Boston Celtics