Search
  • Informação de bandeja sobre a NBA
  • por Rodrigo Enge
Search Menu

“Big Four” conduz Warriors à segunda vitória sobre Jazz

Draymond Green (Warriors) converteu cinco bolas de 3 pontos (Imagem: Andrew D. Bernstein / Getty Images)

Draymond Green (Warriors) converteu cinco bolas de 3 pontos (Imagem: Andrew D. Bernstein / Getty Images)

A tarefa do Utah Jazz já não é fácil nestas semifinais e ficou um pouco mais complicada com o desfalque de George Hill no jogo 2. Com dores no pé, o armador titular do time de Salt Lake City não pôde atuar e viu seu time ser derrotado na Oracle Arena por 115 a 104. Gordon Hayward e Rudy Gobert bem que tentaram mudar a história da partida, mas o talento das quatro estrelas do Warriors falou mais alto.




Ausência de Kerr não está sendo sentida pelo Warriors

Mais uma vez Steve Kerr não esteve presente no banco do Golden State Warriors. O técnico está enfrentando fortes dores e enjoos provocados por complicações decorrentes de uma cirurgia na coluna que realizou no ano passado e não se sabe quando terá condições de retornar ao trabalho.

Mike Brown, seu assistente técnico, o tem substituído e dado conta do recado, só colecionando vitórias até agora.

Big Four faz parecer fácil

O Utah Jazz tem a melhor defesa da NBA, um jogador candidato a melhor defensor da temporada (Rudy Gobert), jogadores experientes como Joe Johnson e Boris Diaw, além do All-Star Gordon Hayward.

Mas tudo isso parece ser pouco diante do volume de jogo produzido por Stephen Curry (23 pts, 4 reb, 7 ast), Klay Thompson (14 pts, 6 reb, 6 ast), Draymond Green (21 pts, 7 reb, 6 ast, 4 stl) e Kevin Durant (25 pts, 11 reb, 7 ast).

Com 33 assistências, 14 bolas de 3 pontos e quase 50% de aproveitamento nos arremessos de quadra o Warriors envolveu novamente o adversário. Liderou de ponta a ponta, chegou a ter 20 pontos de vantagem em duas oportunidades e não se viu seriamente ameaçado pelo Jazz em nenhum momento.

Curry, Green e Durant se tornaram o primeiro trio a marcar pelo menos 20 pontos e distribuir no mínimo cinco assistências em um jogo de playoffs desde Tony Parker, Manu Ginobili e Tim Duncan numa vitória do San Antonio Spurs sobre o Phoenix Suns em 25 de abril de 2008 (Elias Sports Bureau).

Faltou ajuda a Hayward

Quin Snyder escalou Shelvin Mack como titular da posição 1. O armador fez boa partida, dentro de suas limitações, com 14 pontos, três rebotes e quatro assistências. Raul Neto se revezou com Mack e não comprometeu (5 pts, 2 ast, 1 stl, 8 min).

O cestinha da partida foi Gordon Hayward, com 33 pontos (FG 11/21), cinco rebotes e quatro assistências. Se o desempenho de Joe Johnson não tivesse sido tão apagado (8 pts, 3 ast, 30 min) talvez o visitante tivesse conseguido surpreender o atual vice-campeão, o que tornaria a série mais interessante.

O consistente Rudy Gobert marcou 16 pontos e pegou 16 rebotes, marcas que nenhum jogador do Jazz alcançava em uma partida de playoffs desde Carlos Boozer (22 pts, 20 reb) em 30 de abril de 2010 (Basketball Reference).

#DATAHORATVVISITANTEPTSPTSMANDANTEOT
12/523:30SporTVUtah Jazz (0)94106Golden State Warriors (1)--
24/523:30ESPNUtah Jazz (0)104115Golden State Warriors (2)--
36/521:30ESPNGolden State Warriors (3)10291Utah Jazz (0)--
48/522:00SporTVGolden State Warriors (4)12195Utah Jazz (0)--
Golden State Warriors 2 x 0 Utah Jazz

error: Se quiser utilizar este conteúdo por favor entre em contato.